segunda-feira, 24 de agosto de 2009

Morbidez


Morbidez...
Sinto dormência em todos os meus sentidos
Quando finalmente eles serão redimidos?

Cadeados aprisionam o olfato
O toque
O olhar
A audição
Espinhos no céu da boca desestrelado
a voz dos sonhos emudece
tornando o som do viver mudo, inanimado...

Sinto a congestão provocada pela poeira do meu rastro...
O que sei, não sei
O que farei, não desejei
O que direi, calarei...

Sou apenas um barco a deriva no mar dos pensamentos
abstratos...
Não estou bem...
Estou sem...
Não irei além...

Não irei além dessa velha água viscosa e densa da agonia...
Estou esculturando finos e inumanos trapos do vazio que me
resta...
Momentos cheios é festa
Aparecem por entre as frestas
Inexistem nesse corpo cansado de jardins tombados...

Assombro-me com uma velha sombra da vontade que me invade
Que olha com desdém a esse corpo inerte e covarde
Frio por fora, congelado por dentro...
Cápsulas me degustam e o consumir é delas mais do que meu...

Estou vazia, inerte e sem sentidos
Deitar-me-ei e largar-me-ei sob a minha sombra
Colhendo os frutos pecos
Desse meu mórbido leito...

Queria poder sorrir de verdade
Odeio a falsidade desse meu sorriso de rosas amarelas
Depositadas sobre o tumulo dos meus sentires
Irei..........Para o descanso eterno e absoluto
Da minha inexistência...

SOMBRAS, AUSENCIA, SOLIDÃO...
AQUI ESTOU!!!
Dica cardoso

5 comentários:

Anônimo disse...

Lute, vença, viva! Faça isso por todos os que te amam e principalmente por vc e pelo seu reflexo, que nessa vida não fará outra coisa além de zelar por vc, eterna e silenciosamente.
O.P.V.E.

Wal disse...

oi linda,
Como está? Espero que bem!
Deixou saudades aqui na clínica,mais com certesa só a mataremos fora dela!Você é cheia de luz,não merece sofrer,por isso não te queremos mais aqui.Sua familia é linda e te ama muito,precisa de você!Amei o seu blog,suas artes são perfeitas, mais essa ultima poesia merece ser virada do avesso!rsss
Não se sinta assim,não te fará bem.
Todos te amamos muito!
Beijos no seu lindo coraçãosinho!

Platão disse...

Criaturinha,
Quanta tristeza!Anjos iluminados feito você não deveriam conhecer esse sentimento.
Quanta dor!!! Sinto muito, pois sei que algo está te afetando e muito. O que posso fazer?
Pés e mãos atados. Sou apenas um anônimo a buscar alento em tua fonte inesgotável de
Criatividade... Quanto egoísmo... Resta-me ofertar-te apenas palavras que sei que amas tanto. Tanto tempo sem escrever. Longa pausa após demonstrar
Tamanha aflição. Aqui vai uma humilde mais infalível receita: Mergulhe em sua própria fonte!
“Diálogo controverso” demonstra sabiamente o quanto és forte e capaz de domar a dor! Então
dome-a!
“A redoma das paisagens encantadas” mostra-nos de forma singela o poder que tens de se
proteger em suas próprias paisagens interiores! Então as visite!
“Quando escrevo” é a prova do quanto as palavras exercem misterioso e milagroso poder
sobre você! Então use-as!
“O piano” revela a magia da união que existe entre você e ele! Então o toque!
“Suas artes” revelam a grandeza da sensibilidade que você possui ao captar grandes coisas em
Pequenos gestos da natureza! Então pinte!
E em “quem sou” está o espelho que reflete alguém forte, mais sensível, guerreira, mais doce!
Ser Elemental que podendo mudar o mundo de pessoas tão distantes e que nem conhece
imagine o que é capaz de fazer com o mundo em sua volta!
Alguém aí, sacode essa criança tão amada!!!
Desculpe-me se me excedi no comentário e mais uma vez: Obrigado por você existir!

Flor disse...

ô amiga,
pq ta triste assim?
não quero te ver assim...

Dalva disse...

Amiga,uma estrela numca pode partir, apesar de estar longe, precisa ficar perto de quem ela ilumina. Ah Dica vc é muito especial

Related Posts with Thumbnails