terça-feira, 30 de março de 2010

Desejo absoluto


Desejar (definição): Querer a realização, a posse de; Apetecer, ambicionar, cobiçar, anelar, ansiar, aspirar e querer, querer... Quererrrr!!!
Esse é o verbo do meu dia: Eu desejo! E o faço de tal forma ao ponto de que o desejo se sobressaia à força da razão e consome-se em momentos de volúpia o meu corpo que busca deleitar-se em absoluta, doce e divinal porção.
Como não desejá-lo, como não deleitar-me em ti se habitas em mim na lacuna entre a consciência da falta e o desejo da satisfação presente na certeza, mesmo infima, do teu existir. Bem ali, nesse cantinho irracional e insaciável do meu ser os teus castelos foram erguidos com imponentes torres abrigadas sob a luz do luar. Teus rios, onde mitigo a minha fome e sede do que em sua correnteza vai, têm sabor aprazível, apetecível, lanto, oh apetitoso manto. Faz-me desaguar em viços carregados dos teus sabores por entre os lábios... Tu me doas porções de bom e deliciosos gostos!
Pairar por tuas matizadas terras macias envolve-me em inigualável emoção afrodisíaca... Desejo-te... elemento apetitivo inconfundível e ter-te assim, tão ao alcance dos meus dedos, derretido, dissolvido por entre eles, ter-te agarrado a minha pele, sentir a tua textura macia, delicada, porém consistente, percorrendo-me, indo em instantes o teu diluir-se em mim de moderado à pungente, enleva-me o viver aos teus doces átrios, onde decifro-te e devoro-te... Sendo eu a tua esfinge esfomeada apenas para isso, para que silenciosamente permaneças em mim dispensando ambos o enigma, deixando-o ao olhar dos que contemplam o devorar sem de nada saberem, sem nem sequer imaginarem o significado de tão saborosa, úmida, imaculada e dúctil união.
E olhando assim para ti, enquanto escrevo, busco aprender mais dos teus sabores e dos efeitos que exerce sobre mim, que de ti sou dona feroz, sou humilde serva e sou fome a tua espera, quando sacio-me em tua ultima partícula posta em meus lábios... Ah!!! Essa de todas é a mais amorável, a parte derradeira e extrema, através da qual tento mais uma vez tatuar em meus lábios o teu sabor inconfundível, até por que tu és um quebra-cabeça de sabores onde cada peça tem sua alquimia que me propicia não só o sabor do prazer, como o prazer com sabor, em todos os seus efeitos e feitos.
E assim interferes no ritmo dos meus sonhos e aos devaneios entrego-me acordada em teu avultar em mim, chocolate meu de cada dia... E quanto mais em mim coubesse de ti, mais de ti eu devoraria, em todas as tuas formas, cores e sabores, frio, quente, sólido, líquido, na panela, embolotado, na colher, do bolo roubado, em caixinhas, enrolados, com toda a tua química que me enlouquece e tua consistência que me abastece. E como se já não bastasse à paixão, tu vens nesse tempo em multidão... Ovinhos, coelhinhos, coloridinhos, tão fofinhos!!! ... (?) E censurados são os meus pensamentos quando fico a vaguear sob os corredores feitos de ti, meu céu marrom, nobre elixir, que bom que estais aqui! (Nham, nham, nham)
CHOCÓLATRA, EU???? IMAGINA!!!
PS: E devoradas foram durante o discorrer desse texto: Duas barras de chocolate de 130g e algumas sobras de bombom de chocolate . Com muito prazer!
FELIZ... FELICÍSSIMA PÁSCOA A TODOS!!!
Abraços no coração!
Sunna França

14 comentários:

Taddeu Vargas disse...

Olá Dica! Se chocolate sozinho já é bom, imagina saboreá-lo lendo o seu texto! É divino! Parabéns pela escrita maravilhosa e pelo blog bonito. Voltarei!
Abraço forte e Feliz Páscoa!

Sylvia Araujo disse...

Delícia de texto, Dica! Deu uma vontade louca de deixar o chocolate derreter na língua!

Beijo (com gosto de chocolate)

Machado de Carlos disse...

Olhar

... E o azul se enfeitou no horizonte!
... E o vento dança a música sinuosa!
O livro brilhou: era o rei da prosa;
A luz cristalizou: - águas da fonte!

A alma cruzou: - o Céu ficou cantante!
Abriu-se a plumagem da doce rosa,
Era a fusão duma arte majestosa.
E em festa a lira tornou-se vibrante!

Oh! Olhos dum azul - uma quimera,
O mundo é novo nesta primavera:
Eram beijos múltiplos da estrela!...

A vida será sempre pueril...
O pensamento será de anil
Ao sentir as vibrações desta tela!...


Machado de Carlos

Publicado no Recanto das Letras
Código do texto: T1866955

Machado de Carlos disse...

Mon Amour! Esta canção é maravilhosa. Há horas que estou nesta página para ouvir suas preferências. (Rsss)

Ricardo Calmon disse...

Uma overture au chocolat,avec ballett en pas de deux,lindo,degustante e profundo,pois além de com as palavras brincar,como eu,com o chocolate em translúcida e pictórica forma o amor praticas e reverencias,a vida sempre tributando.
Véspera essa da Páscoa,marcada ficará ,pois em campos meus de girassois brotastes!

ternura toda
girassois e chocolates em Páscoa tua!
Te amo,poeta pessoa amada nossa!


Viva La Vida

ALUISIO CAVALCANTE JR disse...

Olá.

Vim conhecer o seu espaço de idéias e sentimentos.

Encontro palavras repletas
de justificativas, que assim as tornam intensas.

Palavras assim se justificam pela ternura que inspiram.

Que os sonhos sempre existam em ti.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Affffffffffff........lindoooooo

"Diante da vastidão do tempo e da imensidão do
universo é um imenso prazer dividir um planeta
e uma época com você."

Carl Seagan

Bom e abençoado FDS.....Beijos poéticos!!

Pérola disse...

Que delícia de postagem amada rs.
Amiga,deixa eu te contar uma coisa,eu ñ suporto chocolate,aliás ñ como nada q é doce.Nada há ver com regime ou algo parecido,mas pq eu tenho um probleminha no meu organismo q ñ aceita doce de forma nenhuma,é comer e passar mal.Até hoje ñ se sabe a causa,em compensação devoro uma massa em dois tempos rs.
Beijos minha linda.
Aproveito e te deixo meu carinho e lhe desejo uma feliz Páscoa com muito amor e muita paz no coração.
Beijokas millllllllllllll

Silvana Nunes .'. disse...

Bom dia.
Vou dar uma lida no post, mas posso adiantar que amei as palavras de abertura do seu blog"Imagine-Realiza", é assim que tem de ser.
Passando para dar uma olhada nas novidades.
Perdoe a minha ausência, mas estou sem computador e só vou poder comprar outro sei lá quando.
FOI DESSE JEITO QUE EU OUVI DIZER... passando para desejar um bom feriado.
Saudações Educacionais !

Everson Russo disse...

Todos nós carregamos desejos no peito por essa vida,,,,,um beijo cairnhoso pra ti, otimo feriado e uma excelente Pascoa.

Úrsula Avner disse...

Oi Dica,

texto adocicado e gostoso como o chocolate... Obrigada por sua visita e interesse em seguir o Sempre Poesia. Volte sempre que desejar. Bj,

Úrsula

Eduardo Santos disse...

Olá amiga (permita-me o tratamento amistoso). Vim cair num texto extremamente doce e derretido (será?) Quem diria que o prazer de comer chocolate dilatava um poema deste quilate? Gostei, talvez pelo jogo de palavras, quase todas doces, que acabaram por me enlear num prazer que não era meu, mas que tomei como tal. Deixo apenas uma recomedação prática, nada de excessos! Quanto ao resto, foi um prazer. Uma excelente Páscoa também.

REGGINA MOON disse...

Dica,

Linda postagem!!!

"A Páscoa não é apenas um momento de reflexão, mas de renovação, da fé, dos costumes, de nossas atitudes diante do universo que nos rodeia."

Boa Páscoa!!

Beijos,

Reggina Moon

MARIA L. BÓZOLI disse...

A vida requer cuidado.
Os amores tambem.
Flores e espinhos são belezas
que se dão juntas.
Não queira uma só, elas não
sabem viver sozinhas...
Quem quizer levar a rosa para sua vida,
terá de saber que com elas
vão inumeros espinhos.
Não se preocupe,... a beleza da
rosa vale o incômodo dos espinhos...


__Pdr: Fábio de Mello__


Feliz Páscoa e beijos meus!!

Related Posts with Thumbnails