segunda-feira, 29 de março de 2010

Triste amanhecer


Amanheci dia pálido e triste, olhei através da janela e caia amarelada chuva... Aguardava algo para esse dia, mas pelo jeito não seria o que queria... Aguardava dia de sol estrelado, nuvens sapecadas de arco-íris, o rubor do carmim das flores tímidas por tamanha felicidade recordada... Mas não era o que acontecia...

Olhei fixamente o horizonte e ouvi ao longe os ecos do grito de abafada trovoada. Tentei em vão discernir os sentimentos, mas nada os traduzia... E as horas se passaram assim, arrastando-se lentamente na vasta e sombria estrada onde vagueiam todos os corações que sozinhos amam...

E assim, tão além de tudo o que se pode sentir, permaneci atônita... Quebrada em caquinhos... Rasgada por dentro... Olhos fixos e perdidos no infinito que algo de ti parecia trazer e encontrei-me em meio a gestos, moveres e agires de te evocar, mas logo percebi o quanto é em vão o sofrer de buscar o algo inalcançável que é o teu existir...

E para lá dos céus ouve-se todos os gemidos do ser castigado, por algo em mim ter desejado o que de ti não deveria...

Dica Cardoso







12 comentários:

Sylvia Araujo disse...

Flor,
Aproveite o momento de dor para afagar seu coração. É nele que reside o amor por todas as coisas. É ele que nos faz sofrer, mas também nos embevecer diante do desabrochar de uma rosa. Se apegue à ela, à rosa, que perfuma e enche de cores nossos dias, mesmo que a gente amanheça cinzenta.

Obrigada pelo doce carinho lá no Abuntante-mente. Fico imensamente feliz com esse troca boa de sentimentos e energia.

Meubeijopravocê

A.S. disse...

Dica,

Nada é inalcançável! Tens de acreditar que TUDO é possivel, começando por acreditar em ti própria!
Nunca desistas dos teus sonhos, porque se eles se forem, tu continuarás vivendo... mas terás deixado de existir!


BeijOOO
AL

MARIA L. BÓZOLI disse...

Bem vinda ao meu espaço.

MARIA L. BÓZOLI disse...

Olá............Linda postagem!!

O charme da história e sua lição enigmática consiste no fato de que, de tempos em tempos, nada muda e mesmo assim tudo é completamente diferente.

Forte ABRAÇO!

Pérola disse...

Boa noite minha querida.
Muito obrigado pela sua visita.
Isso tudo saiu de dentro de vc?
Parabéns por tanta sensibilidade,a dor é passageira eu sei disso.
Um beijo grande e uma linda noite.

Nany C. disse...

Li, senti...
Gostei muito...!

Beijos no coração!

Ricardo Calmon disse...

Em dia chuvoso esse,overture se fez docê através,lindo lindo ode tua ao amor sentido e não recíproco,postei tema esse há poucos dias.
Paz e Bem!
Obrigado por girassol se tornar,em campos meus,bemvinda sempre,poeta!

viva la vida

João Eudes disse...

A gente sai pelos caminhos apenas para andar e encontramos as vezes a pessoa que não conheciamos mas que procuravamos.
Eu encontrei você.

Livinha disse...

Quem dera fosse possível alcançar todas as nossas indagativas, buscar no mais recôndito infinito, aquilo que nos agita tanto...
Não sei se estamos falando a mesma língua, mas se compatível comigo, te compreendo tanto...
Sonhos vividos, interrompidos, ou até mesmos planejamentos desfeitos... Solidão dum vazio sentido, rasgando dentro do peito e a gente vai seguindo, ainda que nos arrastando, pedindo um conforto aos céus, algo que nos console o pranto, mas a gente não compreende que temos a vida, pelas bençõas que nos chega a todo instante nos fortalecendo. É melhor sentir-se confiante, sentir-se nos braços dos anjos, olhos fechados, largados do corpo nossa alma e na sensibilidade o conforto do afago que tanto buscamos...

Obrigada pelo carinhosa visita lá no meu recanto. Receba as flores que por lá encontrou e sinta o meu abraço. De mãos dadas poderemos prosseguir nesta dor que deveras todos nós sentimos....

Um grande beijo pra ti
Livinha

Machado de Carlos disse...

... E assim a Nau segue. Precisamos de um tempo para valorizar o nosso tempo. Então, vivamos cada instante como se fosse o último. Então deixamos tudo gravados no diário especial.

Machado de Carlos disse...

Você é importante! Como gostaria de compor partituras, como os dedos diretamente ao teclado de um piano. Adoraria saber dedilhar Le Lac Du Come. Uma bela canção!

Machado de Carlos disse...

Rosa: - Uma assinatura de Deus!

Related Posts with Thumbnails